terça-feira, 12 de julho de 2011

Eu Acredito no Amor.. Teresa Epifanio



Agente às vezes se pega pensando e querendo um relacionamento perfeito, a pessoa perfeita, tolice nossa.

Relacionamento perfeito e pessoas perfeitas só em contos de fadas. O que existe de fato é o relacionamento possível e pessoas falíveis a erros.

Amor? qual o significado? Complexo ou simples? Realidade ou ilusão?

Bom, ai vai depender do momento que você se encontre emocionalmente, se triste o amor não tem significado, é complexo e pura ilusão , se você esta feliz consequentemente o amor passa a ser todos os adjetivos positivos.

Eu particularmente não tomo partido entre o amor ser ruim x bom eu simplesmente acredito no amor, apesar de nem sempre ter sido assim. Você só sabe o que é o amor, quando em algum momento na vida amas alguém de verdade. E é um sentimento maior, diferente de tudo, é você olhar o outro e tentar com todas as suas forças fazê-lo feliz. Só que, quando amamos profundamente alguém, o segredo e deixá-lo livre. 
Dando certeza a pessoa amada de  que nada vai mudar esse sentimento. Amar é uma tarefa difícil, porque   temos que amar a pessoa não só pelos seus acertos, mais pelos seus erros também. 
A pessoa que ama o outro só pelo que ele demonstra de bom, ta amando pela metade.

A creditar na capacidade de transformação, mudança e aprendizado do outro é amar, você pode não concordar com erros, com as falhas e atitudes, mas você tem o dever de acreditar na capacidade do outro, obviamente quando você vê que o outro quer isso. Quando não... nem tente, ninguém muda ninguém ou a pessoa quer ou não quer, só existe essas duas opções.

O primeiro passo para compreender e entender o amor é errando e errando muito. Os erros nos impulsionam pra frente, diante deles somos capazes de ver a nossa capacidade de vencê-lo, a nossa força. O amor verdadeiro é aquele dado por aquelas pessoas que conhecem a si mesmo, ninguém é capaz de dar amor se ela não conhece a si mesmo. Porque compreender a nós mesmos já é uma tarefa de uma vida inteira, quem dirá compreender o outro. E a compreensão é base mais solida e irrefutável de qualquer relacionamento.
E por tabela o respeito, o dialogo e companheirismo. Eu não sei se eu sei amar, se eu sou capaz de amar. 
Eu só tenho certeza de uma coisa, nem que eu passe a vida inteira tentando, eu não vou desistir porque eu acredito no amor.
Theresa epifanio

2 comentários:

  1. Desde já, venho agradecer a colaboração da minha querida amiga Teresa, que forneceu um pouco dos seus pensamentos e sentimentos nessa menssagem..

    Muito bom.. adorei a menssagem passada.. =D

    ResponderExcluir
  2. excelente texto!!! parabéns a autora!

    ResponderExcluir